Review: Dangerous Woman

Post originalmente publicado dia 23 de Junho de 2016.

Post original: http://www.exposingsmg.com/post/146372915326/reviews-by-exposingsmg-dangerous-woman

Créditos a Angela (ExposingSMG) pelo post e a Lucy (exposingsmgpt) pela tradução.

 

Você pede, eu faço.

 

Sou fã da Ariana e comprei Dangerous Woman. Gosto muito desse tipo de música, porque você pode não saber muito sobre meu gosto musical, mas eu realmente não gosto das músicas que se tornam tendência. Isso não significa que eu não seja fã dos artistas, porque sou. Apenas significa que não gosto de música apenas feita pra rádios. Uma boa música no rádio aqui e ali é legal, mas se sua discografia foi gravada só pra ter hits no rádio, então muito provavelmente não irei comprar seu álbum. Eu comprei Dangerous Woman porque não é o que eu acabei de descrever.

Qualidade:

Dangerous Woman é um álbum cheio de ótimas batidas, excelentes vocais e letras com histórias que se encaixam em diferentes cenários. Vamos fazer um rápido resumo de cada música.

1. Moonlight

Essa é uma das minhas músicas preferidas do álbum. Parece o tipo de música que eu colocaria pra tocar na volta de uma viagem com minha família ou amigos. É muito calmante e relaxante. Também é uma música de amor muito fofa. Eu sou o tipo que a colocaria pra tocar em um encontro.

2. Dangerous Woman

Essa foi uma das escolhas mais inteligentes de single, porque reinventa Ariana como cantora. É tipo “ah você pensou que eu só conseguia fazer batidas igual Problem? Pense novamente.” Essa música definitivamente a introduziu pra um público diferente.

3. Be Alright

Quando você ouve da primeira vez pensa “ah que música fofa”, mas depois a batida vem e você fica tipo:

4. Into You

O segundo single é um dos meus favoritos desse álbum. A maneira como a música vai crescendo acompanhada dos vocais da Ariana é algo que você não encontra nas melhores músicas pop. E a batida chega com um refrão oposto daqueles repetitivos de duas linhas. Fiquei automaticamente arrebatada. Também é uma música de amor muito relacionável, mas não básica.

5. Side to Side feat. Nicki Minaj

Ah o verão! Tudo sobre essa música grita “deitar na praia relaxando com os amigos”. É uma música muito legal e é o tipo que seria um hit de rádio, mas não é essas músicas pop básicas feitas para rádio. A batida é nova e diferente e eu gosto disso. Sempre que tem um feat. com a Nicki Minaj, ela canta do mesmo jeito mas a adição dela na música foi uma escolha inteligente.

6. Let Me Love You feat. Lil Wayne

Outra excelente sintonia combinada com uma ótima batida. Eu adoro como a música começa lenta e depois vai pro “jus lemme lu uh uh uh uh ove you”. Essa música faz você querer dar uns amassos em alguém.

7. Greedy

Outra ótima música romântica. Eu amo o sentimento da música e a batida. Essa é bem diferente do resto, mas se amarra perfeitamente ao álbum. A ponte (bridge, quem entende de música vai saber) também é uma das melhores partes da música.

“GREEEEEEEDAAAAAAHOOOOOO”

8. Leave Me Lonely feat. Macy Gray

Essa NÃO é uma música pop padrão. Ela está cheia de R&B e emite uma vibração emotiva. Eu amo isso. A letra fala sobre um amor perigoso que, novamente, se encaixa no álbum mesmo que soe diferente do resto.

“dangerous love, you’re no good for me darling. yeah you turn me away like i’m begging for a DOOOOOOLLLLAR”

9. Everyday feat. Future

Essa é provavelmente a única música que eu odeio no álbum. Bem… eu não odeio, mas não gosto dela e é aquela música que eu pularia. Eu também desprezo totalmente o refrão. Parece que a Ariana ligou pro Future e falou hey vamos fazer um feat, fez ele cantar uma palavra, adicionou uma batida irritante no fundo e colocou em repeat. Se eu estivesse no humor pra ter uma dor de cabeça essa seria a música que escutaria.

10. Sometimes

Eu amo o começo dessa música com o violão e depois a chegada da batida, enquanto o violão acústico toca pacificamente ao fundo. Depois o refrão cativante chega. O “la la la la” apenas emite uma vibração pacífica. É um sim pra mim.

11. I Don’t Care

Não importa quantas vezes eu escute essa música, eu sinto como se não me lembrasse dela. Eu acho que não ligo pra ela.

12. Bad Decisions

Essa é uma boa música com uma batida fofa, mas pessoalmente não é uma das minhas favoritas. Eu gosto do refrão, o meu problema com a música é que eu a ouviria pela primeira vez e ficaria cansada já logo de cara. Não diria que foi uma **má decisão** colocar essa música no álbum, só não faz o meu tipo.

13. Touch It

Eu absolutamente adoro essa música. Tudo nela, desde sua composição até o crescimento da batida junto com a letra, é incrível. Essa música me lembra muito do segundo single do álbum Into You e sinto que ambas as músicas contam uma história juntas.

14. Knew Better / Forever Boy

Essa é outa música que pareço esquecer, não importa quantas vezes eu a ouça. Eu não gosto nada da música de fundo. Parece quando tenho água presa no meu ouvido e fica tampado. A primeira metade da música parece uma música rejeitada da Becky G. Se Ariana **soubesse melhor**, essa música não estaria no álbum.

15. Thinking About You

Eu pessoalmente acho que essa música foi a melhor escolha pra finalizar o álbum. Ela embrulha completamente o disco e o refrão também é muito cativante e adoro a vibração que ele emite, do tipo mais dançante enquanto os versos são calmos até que o refrão chegue. Excelentemente trabalhado.

16. Focus

Essa música foi o single original do álbum, mas está apenas disponível na versão Japonesa. Eu pessoalmente amo a música. Ela tem uma ótima batida e é o tipo de música pra deixar todo mundo dançando numa festa. No entanto, não se encaixa com o resto do álbum, mas ainda sim é um som novo e diferente, e eu gosto disso.

Créditos de Composição:

Das 16 músicas, Ariana co-escreveu 11! Yasss

Performance do single:

Se você é fã da Ariana, então realmente nunca terá que se preocupar com apresentações ao vivo, porque ela é um verdadeiro talento. Ariana cantando Dangerous Woman no MTV Movie Awards foi uma das minhas apresentações favoritas dela. Ela deu uma vibe Marilyn Monroe e a música ficou linda nesse estilo. A configuração do palco ficou muito autêntica e conectada com a platéia, o que nem sempre é o caso em premiações.

Da roupa à performance, tudo teve seu próprio tema e foi executado perfeitamente.

5 estrelas de 5.

PR e controle de danos:

Meu tópico favorito. Durante o lançamento de Dangerous Woman, eu não vi nenhum PR acontecendo. Pra ser sincera, Ariana não divulgou tanto esse álbum quanto seu antecessor. O lançamento do álbum foi bastante genuíno e não vi nenhum golpe publicitário. No entanto, houve um acontecimento que precisou do controle de danos.

Tenho certeza que todos vocês se lembram desse incidente com o donut, a qual não teve explicação exceto o fato de que foi uma coisa muito imatura de se fazer.

A equipe da Ariana tentou contornar a situação e fez parecer que Ariana estava defendendo a obesidade, o que não fez nenhum sentido. Eu não sei até quanto a gestão pensa da burrice do público, mas eles não são tão burros assim.

Então você está provavelmente tipo… o que isso tem a ver com o lançamento do álbum sendo que isso aconteceu a um ano atrás? Bem, o público tende a perdoar e esquecer, mas isso não foi tipo vazamento de nudes, algo que tem se tornado comum ao longo dos anos. Isso foi diferente e o público não esqueceu, principalmente porque Ariana já teve pequenas histórias e relatos dela sendo uma diva. Então o que deveria uma equipe inteligente fazer num caso desses? Zombar da situação pra fazer parecer com uma piada, o que sempre funciona. No SNL, Ariana fez graça do seu escândalo dizendo que foi infantil e que estava pronta pra fazer escândalos mais adultos.

Observe como eles zombaram do escândalo do donut, enquanto ela estava promovendo Dangerous Woman. Esse escândalo de um ano atrás, continuou a seguindo e a coisa certa a fazer, era zombar dele. No entanto, quero parabenizar Ariana porque ela se desculpou pelo incidente e não se fez de vítima seguindo o plano burro da obesidade que sua equipe inventou.

Afinal, se você estiver prestes a lançar alguma coisa tem que se certificar de ter um histórico limpo com o público que tende a perdoar OU esquecer.

Espero que tenha gostado desse review de Dangerous Woman.

Considerações finais: Esse álbum é um maravilhoso álbum sobre amor que também tem suas boas quotas de batidas. Não é seu típico álbum pop e se ainda não ouviu, então recomendo que deva. Se você gosta de típicas músicas de rádio ou indies, tenho certeza que vai amar esse álbum. É definitivamente um som novo e algo que precisávamos em 2016.

5 de 5 estrelas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: