Review: Purpose

13932890_1917268851833372_8998229611426259865_n

Post originalmente publicado dia 6 de Agosto de 2016.

Créditos a Angela (ExposingSMG) pelo post e a Lucy (exposingsmgpt) pela tradução.

Post original: http://www.exposingsmg.com/post/148528994201/reviews-by-exposingsmg-purpose

Como a maioria de vocês sabe eu sou fã do Justin. Eu amo sua música e acho que ele é um verdadeiro talento. Se Purpose ganhou meu dinheiro? Óbvio. Vamos discutir.

Qualidade

1. Mark My Words

Quando a música começou a tocar eu fiquei tipo wow porque o Justin tá choramingando no fundo e porque essa batida continua até durante os versos? Mas depois eu comecei a gostar do “no no no no oh oh” e fiquei tipo “isso, diga a eles pra marcarem suas palavras do jeito que você nos marcou com esse álbum!”

2. I’ll Show You

Como uma conta exposing, que conhece muito sobre a vida pessoal do Justin e suas dificuldades (eu juro que tenho uma vida), essa música realmente me atingiu. Eu tive que segurar as lágrimas porque estava lembrando sobre o as lutas que teve 2013 e como ele as superou. Essa é uma das minhas favoritas no álbum. Tem um significado muito grande e eu adoro como a letra parece suave, mas tem uma batida no meio.

“Act like you know me, but you never will”

3. What Do You Mean?

O single líder que nos abençoou com a sua volta! Eu não estava gostando muito dessa música porque ficou repetitivo depois de eu tocar 80 vezes por dia, mas a letra nos prova corretamente então no meu coração, é uma música excelente.

4. Sorry

Essa é uma das melhores músicas lançadas nessa década. A batida é diferente e sempre que toca em uma festa, ninguém me segura. É muito cativante, mas ao mesmo tempo é diferente das porcarias que toca no rádio.

5. Love Yourself

Quando eu ouvi essa música pela primeira vez, não gostei. Eu gostei da letra sobre a Selena porque, claro, é o Justin nos provando novamente! Mas depois de ouvir essa música 402 vezes por hora no rádio, ela começou a crescer em mim. A batida sutil juntamente com a voz angelical do Justin, fazem dessa música muito original.

“My mama don’t like you and she likes everyone”

6. Company

Eu me apaixonei por essa música assim que ouvi o álbum pela primeira vez. É o tipo de música que eu tocaria no caminho de volta pra casa depois de um dia na praia. Eu estou apaixonada pela letra e batida, mesmo que eu não goste muito de dance music. Justin é uma exceção porque eu amo talento.

7. No Pressure feat. Big Sean

Vocês sabem que quando Justin faz um feat com o Big Sean, estamos prestes receber uma música excelente. Essa é outra música de amor mas não é daquelas típicas e básicas. Tem uma batida interessante e mesmo que não seja uma batida eletrônica, combina muito bem com esse álbum.

8. No Sense feat Travis Scott

Essa também é uma das minhas favoritas. A batida junto com a ótima letra me faz querer que fosse single. É uma música muito sexy e não tenho nenhuma reclamação quanto a ela.

“It don’t make no sense unless im doing with ya”

9. The Feeling feat. Halsey

Quando eu ouvi essa música pela primeira vez fiquei obcecada com a batida e com a música em geral. Eu amo o começo dela, quando o Justin canta e a voz da Halsey faz um eco com a dele. É uma música linda e tem um significado profundo. Você não acha que a Halsey seria uma boa adição a essa música, mas ela combinou bem mesmo que tivesse achado a voz dela meio irritante na primeira vez.

10. Life Is Worth Living

Outra música sobre lutas e dificuldades 😦 tem uma parte especial no meu coração porque eu sei pelo que ele passou mas vocês sabem… eu sou uma criminosa, não posso ficar aqui chorando. É uma música linda com um significado lindo. E o que mais amo sobre ela, é que é apenas Justin e um piano. Eu imagino alguém cantando essa música ao redor de uma fogueira.

11. Where Are U Now

Ah a música que ganhou um Grammy e que eu não gostei tanto na primeira vez. Essa música foi como uma campanha publicitária pra volta do Justin e pra sua capacidade de fazer música boa. Eu amo a letra e a batida durante os versos. Não fui com a cara da batida do refrão, mas eu sou parcial quanto a isso, porque não gosto de dance music tanto quanto a maioria. No geral, é uma música boa que me fazia dançar sempre que tocava.

12. Children

Essa é outra música inspiradora que eu amo. Na verdade eu amo a letra e mas não tanto a batida, mas como eu disse, não sou fã de dance music. Se essa música tá na minha playlist do carro? Sim. As vezes eu sinto que ele ta gritando comigo e tocando um monte de instrumentos diferentes. Uma boa música, mas não é minha xícara de chá. Eu gostaria mais de uma versão acústica.

13. Purpose.

Essa música se amarra ao álbum perfeitamente. Você já sabe como eu me sinto sobre a letra. Quando ele começa a falar durante a música, eu tenho que segurar as lágrimas. Estou verdadeiramente orgulhosa dele.

Mas depois eu lembro que ele superou essas dificuldades e fico tipo:

14. Been You

É uma música fofa e adiciona um toque no álbum. Por algum motivo, eu sempre me esqueço dessa música, mesmo que adore os versos. Versos > refrão.

15. Get Used To It

Eu amo essa música, porque é sobre superar uma ex e se apaixonar por uma amiga. Me lembra de Jailey. Não, eles não estão namorando. E a batida também é fofa.

16. We Are feat. Nas

Essa música tá na minha lista de favoritas e me dá um sentimento nostálgico dos bons velhos tempos por alguma razão. As letras nesse álbum são excelentes e eu adoro essa música. A batida é ótima e combina perfeitamente com a produção da música em si. A parte do Nas também foi uma boa escolha.

“they ain’t ever had your back like I got it”

17. Trust

Não é minha favorita e eu tendo a esquecer essa música. Enquanto escrevo isso, estou ouvindo o começo dela e não consigo lembrar do refrão.

18. All In It

Essa música me lembra de 2012 e Journals. Eu amo o significado dela e a batida é muito fofa.

19. What Do You Mean (acoustic)

Eu amo músicas acústicas e gosto mais dessa versão do que da original.

20. Home To Mama feat. Cody Simpson

Essa música só se encontra na edição Japonesa do álbum mas eu sinceramente a amo. Minha parte favorita, é quando o Justin canta e o violão meio que o imita. A voz do Cody combina perfeitamente com a do Justin e essa música faz meu coração derreter. É adorável e não é as mesmas porcarias que você encontra no rádio.

21. Hit The Ground

Essa tá na edição Japonesa e Walmart do álbum. Eu descobri recentemente e me apaixonei por ela. A letra é linda e a batida do refrão é tão única. Por algum motivo me faz imaginar num país exótico.

22. The Most

Também está nas edições Japonesa e Walmart.

Fiquei com raiva porque nenhum de vocês me disseram que esse é o “Where Are U Now” original. Vocês sabem o quanto eu amo a letra de WAUN e como não gostei muito da batida de primeira e de repente, eu encontro essa benção. Eu amo a batida suave no fundo. Não acredito que tive que fazer esse review pra descobrir essa música!!!! É como se meus olhos tivessem descoberto uma nova cor.

Composição:

De 22 músicas, Justin co-escreveu cada uma delas! Maravilhoso. Talento nunca falha.

Performance do single líder:

Essa é uma das minhas performances favoritas da música. Não é nem um show e a plateia está muito envolvida. É uma performance íntima e mesmo que ele não cante muito no refrão, dança muito bem principalmente na parte com a Elysandra. Nos versos quando ele canta, sua voz é ótima e não falha. No geral, é uma ótima performance.

Justin não gosta muito mais das roupas chamativas, mas mesmo assim, as roupas casuais combinam e ajudam a criar um sentimento mais íntimo com os fãs.

PR e controle de danos:

Minha especialidade.

Justin estava uma bagunça principalmente em 2013. Nós todos sabemos disso. Ele estava passando por alguns problemas sérios e ao invés dos seus colegas ajudarem, a maioria vendeu ele, incluindo sua ex.

Ele teve um ano difícil.

A volta do Justin foi verdadeira. Ele não estava tentando vender uma imagem religiosa como algumas pessoas. Ironicamente, não teve muito controle de danos, sendo que ele se desculpou. Eu respeito muito isso. Quando ele estava errado, admitiu. Quando foi emoldurado pela mídia, expôs isso.
O controle de danos só foi colocado em pratica quando Justin estava começando seu retorno.

Como eu disse no meu último review com Dangerous Woman, controle de danos é quando seu ídolo faz piada do comportamento rebelde para parecer mais relacionável, que é o que Justin fez no Roast do Comedy Central. Pode ter sido verdadeiro, mas controle de danos também estava envolvido. Justin zoou a maioria dos seus escândalos e isso fez com que as pessoas sentissem que Justin é relacionável, o que ele realmente é, com exceção do dinheiro.

Algumas pessoas argumentarão que o choro no VMA (2015) depois da performance foi publicidade e eu não posso dizer “ah a equipe dele o mandou deixar as lagrimas voarem”, porque eu não estava lá, mas posso dizer com confiança na minha palavra que não acho que o choro foi planejado. Eu acho que sua equipe provavelmente disse a ele para tentar deixar as lagrimas descerem, mas acho que foi natural e eles não tiveram que dizer a ele para isso acontecer. Ele é um garoto sensível (e não tão bom ator lol) e tem passado por muita coisa e você ouve muito disso no seu último álbum. Foi a primeira apresentação em uma premiação desde que foi vaiado no BBMA (2013), então quando foi aplaudido, é compreensível que fosse chorar.

Fora essas ocasiões, não teve muita publicidade no retorno do Justin. Exceto seu contrato com Selena, o retorno foi genuíno. Ele ainda é sincero e vai, diretamente, te dizer o que pensa tipo “não, sem fotos”. Mas isso não é publicidade. Isso é apenas uma celebridade finalmente sendo verdadeira e recusando ser tratada como uma máquina. E a situação dos celulares nos shows, há várias pessoas seguindo os passos do Justin, como Beyoncé e Adele que afirmaram não querer celulares em seus shows. Criador de tendências.

Espero que tenha gostado do review!

Considerações finais: Purpose é um álbum excelente e provavelmente um dos meus favoritos de todos os tempos. No geral, é extremamente significativo e inspirador. Entregou muita dance music que viverá para sempre. Não foi um sucesso porque é um álbum do Justin. Foi extremamente bem sucedido, porque é ótimo. Ele mostra sua jornada e como superou tudo. O lançamento foi tão verdadeiro e ele pediu desculpas por tudo, se opondo a fazer caridade esperando que as pessoas esqueçam o que ele fez. Justin é um artista da moda mas esse álbum não é uma merdinha tradicional. Estou muito impressionada.

5 estrelas de 5.

Não pense que eu irei dar 5 estrelas para todo mundo.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: